_

12/08/2011 - 19:22

O II Encontro Técnico de Educação Corporativa dos Tribunais de Contas – Educorp terminou hoje (12), com a apresentação de experiências dos Tribunais de Contas e suas escolas. O presidente do TCE-RJ, Jonas Lopes de Carvalho Junior, participou da solenidade de encerramento, no Auditório Humberto Braga, na sede da Corte, no Centro do Rio.

 
A Escola de Contas e Gestão (ECG/TCE-RJ) organizou o encontro, com o apoio do Instituto Rui Barbosa (IRB). Nos três dias do evento, que começou no dia 10 e integrou as ações do Grupo de Educação Corporativa – GEC/Promoex, servidores e responsáveis por unidades de educação corporativa de Tribunais de Contas e escolas de governo de todo o país se reuniram com o objetivo de promover a integração e o intercâmbio de informações entre essas instituições.
 
 
"A grande revolução se dá através da educação e o meu compromisso, e um dos meus maiores objetivos, é dotar a nossa Escola de Contas de todos os meios necessários para que possa se engrandecer cada vez mais. Acho que, nesses sete meses de gestão, tenho buscado incessantemente esse objetivo", enfatizou o presidente Jonas Lopes.
 
Ele destacou também uma das frentes de trabalho da ECG, o Projeto Escola Itinerante. "Dividimos o estado em regiões, e a escola, durante o ano, vai ao encontro dos nossos jurisdicionados com cursos de longa duração. Nós, conselheiros, temos percebido, no simples manuseio dos processos, o resultado dessa capacitação. Os processos estão vindo mais bem instruídos e, quando o funcionário trabalha certo, fica mais difícil haver corrupção, a dificuldade vai aumentando cada vez mais", ressaltou.
 
 
Jonas Lopes reiterou a satisfação e o privilégio de sediar o encontro e adiantou que pretende participar da próxima edição, que será realizada no Paraná, estado escolhido um pouco antes do encerramento do II Educorp, superando as candidaturas dos TCEs de Minas Gerais e Piauí. "O Tribunal está se reinserindo no contexto do sistema, no contexto das Escolas de Contas, e vocês foram nossa porta de entrada ou de reentrada. Não há nada melhor do que estar entre vocês, não só pelo convívio, mas também  pelo aprendizado", finalizou o presidente ao agradecer aos participantes em nome dos conselheiros e do corpo técnico do TCE-RJ.
 
 
A diretora da ECG, Paula Alexandra Nazareth, enalteceu a qualidade dos sete trabalhos inscritos para apresentação no painel de experiências dos Tribunais de Contas. Os dois primeiros colocados foram "Programa Agente de Controle, formando cidadão para o controle social: a experiência do Tribunal de Contas", do Ceará, e "Programa de Incentivo à Educação Superior", da Bahia.
 
Além do presidente Jonas Lopes e da diretora Paula Nazareth, integraram a mesa da solenidade de encerramento Sergio Cavalieri, procurador-geral da Procuradoria Geral do TCE-RJ; conselheiro Olavo Rabelo de Carvalho, do TCE do Piauí; Willians Brandão de Farias, coordenador do Grupo de Educação Corporativa do Promoex; e Luiz Sérgio Gadelha Vieira, coordenador da Atricon/IRB.