_

22/07/2011 - 18:57

 

O presidente do Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro (TCE-RJ), Jonas Lopes de Carvalho Junior, encerrou hoje (22), em Cabo Frio, a terceira etapa do Projeto TCE-Escola Itinerante, iniciada a 30 de maio.
 
Promovido pela Escola de Contas e Gestão (ECG), o projeto busca capacitar servidores e agentes políticos dos 91 municípios fiscalizados pelo TCE. Sete prefeitos compareceram à cerimônia, realizada no Teatro Municipal de Cabo Frio, sede dos cursos oferecidos a 15 cidades próximas ou pertencentes à Região dos Lagos. Nesta etapa, 316 pessoas receberam certificados de conclusão de curso.
 
O presidente do TCE, Jonas Lopes, abre a cerimônia, ao lado da diretora da ECG, Paula Nazareth, e prefeitos da região
 
Em seu discurso, o presidente Jonas de Carvalho Junior afirmou que "a meta principal do TCE é se aproximar da sociedade, fazendo uma integração maior com o Estado do Rio de Janeiro e dando transparência às suas ações".
 
Depois de informar que, do começo do ano até agora, o Escola Itinerante já capacitou perto de mil pessoas, ele destacou o interesse dos servidores, acrescentando: "Eu espero que os que foram capacitados possam ser multiplicadores, ou seja, transmitam aos colegas os ensinamentos do TCE". E concluiu: "Quem opera as políticas públicas são os servidores. Eles que fazem a máquina andar".
 
Também falou o prefeito de Cabo Frio, Marcos da Rocha Mendes: "Esse projeto mostra o que o TCE é hoje, antes de tudo, um tribunal orientador. E todos nós, gestores, estamos colhendo os frutos altamente positivos dos cursos de qualificação".
 
Além do presidente do TCE e do prefeito de Cabo Frio, participaram da cerimônia os prefeitos de Silva Jardim, Marcello Cabreira Xavier, de Macaé, Riverton Mussi, de Rio das Ostras, Carlos Augusto Carvalho Balthazar, de Araruama, André Luiz Monica e Silva, de Iguaba Grande, Oscar Bandeira do Carmo Magalhães, e de Armação dos Búzios, Delmires de Oliveira Braga; o deputado estadual Janio Mendes; a vice-prefeita e o presidente da Câmara de Vereadores de Cabo Frio, Delma Jardim e Silas Rodrigues Bento; e a diretora da ECG, Paula Nazareth.
 
Importância e exemplos práticos
Para Milton Silva de Azevedo, funcionário da Prefeitura de Macaé, "o projeto mostra que o Tribunal não se preocupa em apenas punir". Ele disse que os cursos oferecidos são tão importantes que, no primeiro dia útil de suas férias, ele estava em Cabo Frio.  "Tão importantes", frisou, "que eu gastava, de Macaé até aqui, quatro horas de ônibus por dia, duas para vir e duas para voltar."
 
Bianca Carvalho, servidora da Câmara de Vereadores de Búzios, disse que, só este ano, já fez três cursos da Escola de Contas e Gestão. "Deles eu destaco o curso sobre a Lei de Responsabilidade Fiscal. Com as aulas, eu superei dúvidas em relação à LRF. Os professores são muito bons e deram ótimos exemplos práticos."
 
Cursos oferecidos
 
Presidente do TCE entrega certificado a uma servidora da Região dos Lagos
 
O Projeto TCE-Escola Itinerante oferece a servidores e agentes políticos municipais os seguintes cursos: Sistema de Registro de Preços; Licitações e Contratos Administrativos; Controle Interno; Lei de Responsabilidade Fiscal com Ênfase em Orçamento Público; Prestação de Contas, Tomada de Contas, Tomada de Contas Especial; Gestão de Pessoal; Economicidade em Licitações e Contratos Administrativos. Os cursos são ministrados por professores da Escola de Contas e Gestão.
 
Além de Cabo Frio, a terceira etapa do projeto abrangeu os municípios de Araruama, Armação dos Búzios, Arraial do Cabo, Carapebus, Casimiro de Abreu, Conceição de Macabu, Iguaba Grande, Macaé, Quissamã, Rio Bonito, Rio das Ostras, São Pedro da Aldeia, Saquarema e Silva Jardim.
 
No dia 2 de agosto começará em Petrópolis, na Região Serrana, a quarta etapa do Escola Itinerante, que irá até 30 de setembro. Serão beneficiadas 21 cidades: Areal, Bom Jardim, Cachoeiras de Macacu, Cantagalo, Carmo, Comendador Levy Gasparian, Cordeiro, Duas Barras, Guapimirim, Macuco, Nova Friburgo, Paraíba do Sul, Petrópolis, Santa Maria Madalena, São José do Vale do Rio Preto, São Sebastião do Alto, Sapucaia, Sumidouro, Teresópolis, Trajano de Morais e Três Rios.
 
A quinta etapa, com 20 municípios do Sul Fluminense, será aberta a 27 de setembro em Volta Redonda.